coloque aqui seu e-mail para receber as mensagens:

Semana de Kriya Yoga em São Paulo, 2013

Quando a imaginação cessa, realização se inicia.
(Paramahansa Hariharananda)


De 5 a 12 de Junho de 2013, Yogi Sarveshji esteve em São Paulo para workshops, palestras gratuitas, iniciação em Kriya Yoga e retiro de estudos.

Yogi Sarveshwarananda Giri, biografia breve:


Nascido em Paris, França, em 1959, em uma família de professores viajantes, David Vachon cresceu em diferentes partes do mundo, na Europa, América do Sul e Norte da África.
Formado em Literatura Inglêsa na Grenoble III, com Mestrado em Informação e Comunicação na CELSA, Sorbonne. Bacharelado em Ciência da Acupuntura e Medicina Chinesa em San Francisco (Califórnia, EUA), com graduações em massagem, educação para a saúde e programação neuro-linguísitca e atuação na Clínica Quan Yin. Terapeuta em Thay massagem certificado em Chiangmai, Tailândia.
De 1988 a 2002 foi aluno direto de Paramahansa Hariharananda, Mestre em Kriya Yoga formado no Karar Ashram de Puri, aluno direto de Yogananda e Sri Yukteshwar.Em 1997 David tomou o voto monástico na ordem Giri, recebendo o nome Sarveshwarananda (Alegria Divina em Todas as Coisas). Serviu Hariharananda como atendente pessoal até a morte deste último em 2002, entrando então em reclusão de silêncio até 2004. 
Renunciou ao monastério em 2009, servindo desde então como Yogacharya pai-de-família até hoje, com o nome Yogi Sarveshwarananda Giri. Atualmente reside na França, é casado e tem uma filha.
Atuou em diversas ações humanitárias, sendo fundador de organizações na Índia, EUA e América Latina, entre as quais a Arca do Amor Hariharananda SP, em São Paulo, Brasil.ERYT (Experienced Registered Yoga Teacher) registrado no Yoga Alliance. 


Com Amor,Yogacharya Céu D'Ellia

Introdução aos comentários de PARAMAHANSA HARIHARANANDA para a BHAGAVAD GITA



Estamos distribuindo gratuitamente, por e-mail, aos iniciados em Kriya Yoga de nosso grupo, a tradução dos comentários de Hariharananda para o primeiro capítulo do Gita.

Se você é deste grupo e não recebeu o link para download, entre em contato escrevendo para kriya@ailhadoceu.com.br , pois talvez seu e-mail esteja desatualizado em nosso mailing.



Se você conseguir tirar os sentidos dos cinco centros
inferiores do canal espinal que é Kurukshetra e focar
sua atenção para penetrar na parte de cima do crânio, 
que é Dharmakshetra, poderá então retirar
conhecimento da ignorância, honestidade da 
desonestidade, imortalidade da mortalidade. E então
poderá destilar a força espiritual que se encontra dentro
do crânio. (Baba)

A (ou O) Bhagavad Gita é um livro de infinitas camadas de interpretação, para todos os campos da existência.

Um texto tão antigo. E que teve suas linhas inscritas na história contemporânea em manifestações inesquecíveis:

Quando a primeira explosão de uma bomba atômica foi realizada, em Los Alamos, no alvorecer de um dia de 1945, e uma luz mais clara que o próprio dia iluminou o céu, o físico líder do Manhattan Project pensou nas linhas do Gita:
Se centenas de milhares de sóis surgissem a um só tempo no céu, eles talvez se assemelhassem à refulgência da Pessoa Suprema naquela forma universal... O Bem-aventurado Senhor disse: Eu sou o tempo, destruidor dos mundos...

Quando Ghandi, este grande personagem da paz, liberdade e busca do conhecimento encontrou a fonte para guiá-lo no maior exemplo de jornada política pela justiça social que conhecemos, bebeu das águas da Gita:
- ... É muito amado por Mim. Aquele que não perturba ao mundo nem é pelo mundo perturbado... Aquele que é igual para seus inimigos e amigos, aquele que considera iguais o sucesso e o fracasso...

O Gita pode ser um livro de devoção religiosa, uma investigação sobre a verdade, um poema canto filosófico transcendental.  Para nosso amado Baba Hariharananda é também um manual prático de instrução para a meditação perfeita, a prática de Kriya Yoga.
E o que segue são as primeiras linhas dessa interpretação: - Uma guia do entendimento dos nossos aspectos físicos, cognitivos e imateriais e de como se relacionam ao que identificamos como realidade (ou ilusão). E da libertação da identificação.

Agradeço o Amor que motivou a meu querido amigo e irmão Yogiji Sarveshwarananda Giri a me solicitar que colocasse algumas palavras aqui nesta página. Um pedido que não tenho como atender, porque se alguma palavra jamais puder ser escrita para introduzir o que segue, não será de minha autoria, mas apenas um reflexo da luz de nosso amado Gurudeva.

Com Amor, Yogacharya Céu D’Ellia, 
março de 2013, página introdutória aos comentários de Baba Hariharananda