coloque aqui seu e-mail para receber as mensagens:

Um Homem Misterioso

foto: Darlene McGee


Disse o sapiente Luqmaan: 


Caminhava eu por uma estrada quando vi um homem sobre o qual havia roupa grosseira.
Perguntei-lhe: “Quem és tu, ó homem?”.
Respondeu: “Um filho de Adão”.
Perguntei: ”Qual o teu nome?”.
Respondeu: “Tenho de ver como me chamarei”.
Perguntei: “O que fazes?”.
Respondeu: “Abandono o mal”.
Perguntei: “O que comes?”.
Respondeu: “Aquilo que ele me dá de comer e beber”.
Perguntei: “De onde ele lhe dá?”.
Respondeu: “De onde ele quiser”.
Eu disse: “Bem-aventurado sejas, consolada seja a tua alma”.
Respondeu: “E o que te impede dessa bem-aventurança e desse consolo da alma?”.

(noite 773, tradução Mamede Mustafa Jarouche)